junho 2011

You are browsing the site archives for junho 2011.

Ramon dos Santos Oliveira As divisões do poder, propostas por Montesquieu[1], são de fato as mesmas formas de partição usadas na atualidade e de fato executadas? Numa observância voltada para o poder público brasileiro pode-se afirmar que nossos magistrados executam suas cabíveis funções dentro de suas magistraturas? Essas e tantas outras questões incomodam e circulam …

Continue reading Montesquieu e a tripartição dos poderes

Edivaldo de Oliveira Ribeiro O presente artigo, cuja base inspiratória se pauta no pensamento do filosofo pós-moderno de Jean-François Lyotard – uma chave hermenêutica que mostra a passagem do pensamento moderno para o pensamento pós-moderno – objetiva-se analisar o problema do método nos jogos de linguagens. Porém, antes de se adentrar nesse aspecto se abordará …

Continue reading Jogos de linguagem: possível saída para o não-fundamento?

Fábio Avelar Salmen Uma das questões forjadas a partir do pensamento de Kant[1] pode ser traduzida na inquietação que muitos de nós temos acerca do que devemos fazer em nossa caminhada existencial. Nossa autocrítica comportamental surge incessantemente em diferentes intensidades em decorrência de nossas atitudes nas mais variadas situações do cotidiano, em especial nas que …

Continue reading O dever no pensamento de Kant: uma reflexão sobre o que se deve fazer

Rodrigo Artur Medeiros da Silva Ao afirmarmos com Aristóteles as máximas filosóficas de que a filosofia é a ciência de todas as coisas, pelas causas primeiras e princípios últimos, através da razão (Cf. MORA. 2005, p. 1044-1050), bem como a de que “todo homem tende, por natureza, ao saber” (ARISTÓTELES, 1969, p. 36), reverenciamos a …

Continue reading Sobre a diferença [differénce/differánce] em Derrida

Bruno Aparecido Nepomuceno Na sociedade atual, alguém que não admita que todos os seres humanos sejam iguais perante a lei e, que, também, têm os mesmos direitos (o que chamaríamos de universais) seria certamente taxado de louco e/ou preconceituoso. Dessa forma é preciso estar concorde também que todo homem, por natureza, é igual; tem em …

Continue reading A guerra de todos contra todos e a luta pela vida em Thomas Hobbes

Alessandro Ferreira de Andrade Blanck Há tempos o homem vem procurando conhecer a totalidade das coisas, e através destas buscas surgem alguns questionamentos tais como: poderá o homem conhecer todas as coisas? Poderá o homem ser perfeitamente feliz? Não estará buscando apenas por vaidade? Por que busca o divertimento? Em que consiste a grandeza e …

Continue reading Dualidade do homem: grandeza e miséria