novembro 2011

You are browsing the site archives for novembro 2011.

Fábio Avelar Salmen Um dos aspectos do pensamento de Adorno[1] abordado de forma crítica e objetiva na obra Dialética do Esclarecimento refere-se à indústria cultural[2] contemporânea, responsável pelo empobrecimento e ideologização da cultura, deturpando seu significado essencial como elemento de caracterização e difusão de tradições e valores. Segundo Rabaça (2004, p. 16-18), a origem da …

Continue reading Adorno e a crítica à razão iluminista: a «anticultura» da indústria cultural

Ramon dos Santos Oliveira Liberdade. Uma das expressões pouco compreendidas na atualidade. Para o senso comum, liberdade pode ser interpretada de diversas maneiras, destaco: como a possibilidade de realizar tudo o que me convém, ou quando “(…) só somos livres com relação a um estado de coisas que não nos constrange” (PERDIGÃO, 1995, p. 88). …

Continue reading Liberdade: estamos todos condenados

Douglas Lopes Amaral Diante da facticidade e efemeridade da vida na qual o ser humano se vê mergulhado, várias questões existencias se apresentam ao espírito humano, como a busca pela origem, pelo sentido da vida. Tais questões tocam o mais profundo do existir humano e sempre permanecem indecifráveis, enigmáticas e misteriosas ante a nossa capacidade …

Continue reading A morte em Heidegger: horizonte de possibilidades para uma vida autêntica

Lucas Antônio Ferreira “No rosto, apresenta-se o ente por excelência” (Lévinas) No decorrer dos anos, a sociedade vem se deparando com diversas situações alarmantes, como violências, sequestros, corrupção política, homicídios, aborto, injustiças, dentre muitos outros fatores que demonstram o fruto da dominação do homem sobre si mesmo. Assim, pode se observar que a questão mais …

Continue reading O rosto como expressão do sentido do humano em Lévinas

Fabiano Alves Assis Rafael Guimarães de Oliveira A morte causa grande desassossego no homem que se propõe elaborar um pensamento acerca da mesma. Essa inquietação faz parte da história humana, devido à contingência do tema. Sabemos, a grosso modo, que um dia nos faltará o hálito da vida. Vida que aprendemos a amá-la, que temos …

Continue reading A possibilidade de se pensar a morte

Alex Cristiano dos Santos Elder Alves Diniz   Introdução Buscaremos, pelo presente artigo, apresentar uma conceituação do mal perpassando pelos pensamentos filosóficos de Agostinho, Schelling e Paul Ricoeur abrangendo, desta forma, parte do pensamento filosófico sobre o mal, perpassando pelo pensamento medieval, com Agostinho, moderno, com Schelling e contemporâneo, com Ricoeur. Tentaremos iniciar um caminho …

Continue reading O problema da existência e natureza do mal nos pensamentos de Agostinho, Schelling e Ricoeur

Rosemar Marcos Thiago Andrade Neste ensaio pretendemos visualizar de uma maneira ampla os pensamentos de dois filósofos modernos a respeito de um mesmo termo, que é a paixão (emoção). Trabalharemos aqui de forma sucinta os pensamentos de Descartes e Pascal, dois filósofos que tratam as paixões, porém de perspectivas diferentes. Ao final tentaremos demonstrar em …

Continue reading As paixões humanas na perspectiva cartesiana e pascaliana