admin

Moisés Galinari Tôrres Pedro Henrique S. Martins Introdução Dentre as pertinentes reflexões ao longo da história da filosofia, uma delas, sem dúvidas, trata-se da reflexão ética, isto é, no modo como o homem se comporta dentro de uma determinada sociedade. Tais discussões perpassam todas as civilizações, e ao longo de toda a cronologia histórica, sofreram …

Continue reading A SUPERAÇÃO NIETZSCHIANA DA PROPOSTA ÉTICA KANTIANA: APROXIMAÇÕES E LACUNAS

Lucas Vilela Gonçalves [1] A ideia do Bem em Aristóteles A discussão sobre a Ideia do Bem é bastante recorrente na filosofia grega e encontra grande importância em dois dos maiores filósofos do período, Platão e Aristóteles, sendo que esses dois expoentes apresentam essa temática de modos diferentes. Nesse primeiro momento, o foco estará apenas …

Continue reading A INTERPRETAÇÃO ARISTOTÉLICA SOBRE A IDEIA DO BEM

José Victor Ferreira Santos Mateus Lopes de Carvalho INTRODUÇÃO No decorrer da história, a quebra de paradigmas, desconstrução e construção de conceitos, mudanças de metodologia, sempre fizeram parte da constituição da sociedade em todos os seus âmbitos. Com o findar do século XIX e a chegada do século XX não poderia ser diferente: díspares transformações …

Continue reading A ESTÉTICA VANGUARDISTA DO EXPRESSIONISMO NA OBRA O GRITO DE EDVARD MUNCH

Ihudison de Paula Coelho Graduação, aulas, estudos de obras da filosofia, trabalhos, entre outros. Será que tudo o que se aprende faz com que se formem filósofos ou historiadores da filosofia? Questionamento intrigante. Este é problema desenvolvido pelo filósofo Oswaldo Porchat Pereira em seu texto intitulado Discurso aos estudantes sobre pesquisa em Filosofia. O problema …

Continue reading HISTÓRIA DA FILOSOFIA: FILOSÓFICA OU NÃO?

Sandro José Viana Martins INTRODUÇÃO O pensamento do filósofo Martin Heidegger consiste em reavaliar a questão epistemológica acerca do conhecimento, acenando para os equívocos dos filósofos precedentes e colocando, para a aquisição de um conhecimento seguro, a analítica existencial. O fundamento, foco da metafísica tradicional, era buscado numa dimensão transcendental o que, segundo a concepção …

Continue reading A QUESTÃO DO SER EM HEIDEGGER

Antônio Marcos Maciel Ferreira [*] Resumo: Este artigo objetiva analisar a problemática do mal nas obras no notável pensador, Santo Agostinho – Bispo de Hipona. Para tal, valer-nos-emos, sobretudo, da obra “De Líbero Arbítrio” e “De Civitate Dei” restringindo-nos, nesta última, apenas nos capítulos XIII e XIV. Todo o pano de fundo presente, sobretudo na …

Continue reading DEUS É AUTOR DO MAL? UMA ANÁLISE SOBRE O PROBLEMA DO MAL EM SANTO AGOSTINHO

Antônio Marcos Maciel Ferreira[*]  Resumo: O Argumento Ontológico da existência de Deus foi pensado, primeiramente, por Anselmo de Aosta, Arcebispo de Cantuária e uma das principais figuras do pensamento escolástico. O Argumento Ontológico está presente na Obra Proslogion (1078) na qual Anselmo mostra que Deus é o ser do qual não se pode pensar nada maior …

Continue reading O ARGUMENTO ONTOLÓGICO EM SANTO ANSELMO

Antônio Marcos Maciel Ferreira[*]   Resumo: A categoria do espírito é o que confere ao ser humano a capacidade de agir racionalmente e livremente. Usando o método vazeano de compreensão das estruturas fundamentais do ser humano, apresentaremos a compreensão de espírito em Lima Vaz. Esta categoria é de suma importância uma vez que ela permite …

Continue reading A CATEGORIA DE ESPÍRITO E AS RELAÇÕES HUMANAS NA ANTROPOLOGIA VAZEANA

  Antônio Marcos Maciel Ferreira* Resumo: Este artigo busca apresentar a concepção de Homem na perspectiva de Blaise Pascal; este pensador apresenta uma visão trágica do homem, caracteriza-o como um caniço pensante, um caniço mais frágil de todos, porém, diferenciado pela sua capacidade de pensar. A razão é um ponto muito importante na antropologia pascalina; …

Continue reading A CONCEPÇÃO DE HOMEM EM BLAISE PASCAL

Carlos Geovane Nunes Magri * Resumo: O presente artigo visa a justificação do movimento segundo a filosofia de Aristóteles, e assim responder a seguinte pergunta: o movimento realmente existe? Os filósofos eleatas estabeleceram não existir movimento, pois a existência deste exigiria a coexistência de um “não ser”. Aristóteles, na “Física” e na “Metafísica”, analisa alguns …

Continue reading ONTOLOGIA E O MOVIMENTO EM ARISTÓTELES