1 Comentário

  1. Lígia Aléssio Veloso

    A teoria de Espinosa sobre “Deus e sua imanência no mundo” me proporcionou algumas reflexões e análises sobre a liberdade de pensamento, aberto à reflexão e ao progresso das idéias. A racionalidade empregada aos estudos deve servir para que os seus conteúdos nos levem a um próposito maior, o “amor à sabedoria”, sabedoria esta que emana de um Universo tão grandioso que ainda não temos a condição de entendelo, criamos mediações meios de captar a essência maior que nos supri. Ao longo da evolução, a percepção do homem sobre o mundo foi se aprimorando, descobriam na física as Leis que movem o mundo como a Lei da Gravidade etc.,na biologia percebemos os ciclos da vida,os sistemas que nos mantem vivos e muitas outras descobertas. Estamos ainda aprendendo a viver em grupo e em sociedade, questionamos nossa existência e percebemos pela pesquisa e pela razão, que esse Universo que se move como uma orquestra perfeita, não poderia existir sem uma força maior, tudo faz parte de um conjunto, de uma grandiosidade como diz Espinosa “substância absolutamente infinita”. Morrim nos fala do macro e do microcosmos que são parte integrantes, tudo pertencem a mesma esfera, somos compostos das mesmas substâncias e somos seres interligados e não dissociados da natureza. Nessa concepção,Somos todos “iguais” idistintamente, somos todos parte integrantes do universo,e temos o universo dentro de nós, quimicamente somos feitos da mesma matéria.
    Os sábios nos ensinaram que mente e corpo para se manter em equilibrio teria que está em sintonia e harmonia com a natureza e o universo interior, eles percebiam que não eramos seres dissociados, que nossa saúde fisica e mental estavam em ligação direta com o universo a nossa volta. Jung nos propós a busca do SELF, através do auto-conhecimento e do burilamento da alma, para podermos encontrar nosso equilibrio e a sintonia com a natureza divina em nós.
    Pude encontrar em Espinosa a razão que nos guia para um aprimoramento maior do Ser, assim como mencionou o autor “nossa inteligencia vem de Deus, e não pode senão levar-nos a Deus”.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>