Rosemberg Nascimento* Este artigo tem como objetivo primordial fazer uma exposição de maneira sucinta das aulas de Michel Foucault, do dia três de março de 1982. A trajetória que perpassa o pensamento foucaultiano é marcada pela hermenêutica do sujeito. Assim sendo, delinearemos o percurso de explanação tanto da primeira quanto da segunda hora de aula. …

Continue reading Ascese filosófica e espiritual na Hermenêutica do Sujeito de Michel Foucault

Rosemberg Nascimento * O problema a ser abordado neste artigo adentrando-se ao pensamento de dois grandes pensadores contemporâneos, a saber: Foucault e Merleau Ponty têm como objetivo de investigar e analisar de maneira concisa a partir dos textos de Michel Foucault o homem está morto? E o texto de Marilena Chauí acerca da obra a fecunda …

Continue reading O sentido do humanismo à luz do pensamento de Foucault e Merleau-Ponty

Lucas Santos Aredes A tragédia se define por meio de um conflito, sendo aquele da ordem da relação entre physis (natureza) e nomos (lei). Em outros termos, isso significa um conflito, por exemplo, entre leis humanas e divinas, entre o indivíduo e sua constante fuga em cumprir um destino determinado [1]. O presente artigo aponta …

Continue reading Leis divinas e leis humanas na tragédia “Antígona” de Sófocles

Euclides Evangelista Marçal [1] Frequentemente a ideia de virtude, tomada como meio de aperfeiçoamento da sociedade e do ser humano, perde-se em meio ao emaranhado ideológico veiculado pelos meios globais de comunicação de nosso século. Este artigo propõe uma breve refontização de determinadas características referentes ao comportamento humano e sua relação com a areté, a …

Continue reading ARETÉ E PAIDEIA: a excelência e a educação na era de Homero

Daniel Fernandes Moreira * Fabrício Sampaio Coelho ** Introdução A questão religiosa na vida de Nietzsche sempre foi pertinente: quando criança, a exemplo do pai, queria se tornar pastor. Na juventude entra para a universidade cursando teologia. Contudo, deixa inacabada essa faculdade e se entrega ao estudo da filologia que irá resultar na sua introdução …

Continue reading Nietzsche: a negação da religião como consequência do niilismo

Júnior César de Sousa [1]  “Não existem métodos fáceis para resolver problemas difíceis.” Descartes A preocupação com as bases do Conhecimento foi motivo de grandes especulações no século XVII, período de grande efervescência matemática, na qual muitos filósofos eram também grandes matemáticos, como René Descartes (1596-1650), Blaise Pascal (1623-1662) e Gottfried Leibniz (1646-1716). Com efeito, eles …

Continue reading Considerações acerca da influência matemática na filosofia metódica de René Descartes

Fabiano Alves de Assis Adorno, dentro do espírito da Escola de Frankfurt, faz uma crítica à indústria cultural de sua época alegando que ela leva a uma mercantilização e empobrecimento da cultura. Parece ter havido uma capitalização da cultura. O homem, cansado do trabalho, já não sabe dispor de seu tempo livre recorrendo à indústria …

Continue reading Indústria cultural: mercantilização e empobrecimento do ser humano

Daniel Fernandes Moreira Bem-aventurado silêncio. Feliz o homem que nada sabe e nada quer. (Angelus Silesius) 1 Introdução Muitos foram as preocupações que surgiram durante a história da filosofia às quais os filósofos dedicaram o árduo trabalho buscando encontrar razões ou soluções para os problemas delas sugeridos. Basta relembrarmos dos primeiros filósofos gregos, como, por …

Continue reading “Sobre aquilo de que não se pode falar, deve-se calar”: uma leitura sobre a mística no Tractatus Logico-Philosophicus de Wittgenstein

Lucas Henrique P. Santos “A solução do problema da vida é vista no desaparecimento do problema.” (Wittgenstein) O tema da linguagem se mostrou muito presente nos pensamentos dos grandes filósofos do mundo ocidental. Deve-se essa importância pelo fato de a própria filosofia se servir quase que exclusivamente desse artifício: a linguagem. Nessa perspectiva iremos analisar …

Continue reading Linguagem: uma possibilidade de interpretação do mundo

Daniel Junior dos Santos A pretensão pela verdade foi e será sempre um desejo de todo o ser humano. Impelido por esta necessidade não só de conhecimento, mas de apreensão da verdade, o período que conhecemos como modernidade é marcado pela ruptura da tradição e pela ascensão da razão, exacerbando-se o subjetivismo e solipsismo do …

Continue reading Hermenêutica gadameriana: construção e desconstrução gnosiológica